Autovistoria de gás, conceitos técnicos envolvendo a combustão de hidrocarbonetos( Metano ) , lei da autovistoria de redes internas de gases  , Instruções normativas , normas técnicas e ferramentas necessárias para a autovistoria.

Autovistoria de gás é na PerCon

 

Combustão ( Autovistoria de gás )

Combustão ou queima é uma reação química exotérmica entre uma substância chamada de combustível e um gás chamado de comburente,que geralmente é o oxigênio. Esta reação libera energia ( calor e luz ) . Durante a reação de combustão são formados diversos produtos resultantes da combinação dos átomos dos reagentes. No caso da queima em ar de hidrocarbonetos (metano, propano, gasolina, etanol, diesel, etc) são formados centenas de compostos, por exemplo CO2, CO, H2O, H2,CH4, NOx, SOx, fuligem, etc, sendo que alguns desses compostos são tóxicos ou causam chuvas ácidas, efeito estufa entre outros problemas graves .

 

Tipos de Combustão ( Autovistoria de gás )

Dependendo da quantidade de gás oxigênio disponível, a combustão pode ser completa ou incompleta.

 

Combustão Completa ou Exata ou Estequiométrica

A combustão completa ocorre quando existe oxigênio suficiente para consumir todo combustível. No caso de compostos feitos de carbono e hidrogênio (hidrocarbonetos); e de carbono, hidrogênio e oxigênio (como álcoois, cetonas, aldeídos, ácidos carboxílicos, etc.), os produtos são o dióxido de carbono (gás carbônico – CO2) e a água.

Para citar um exemplo de hidrocarboneto, temos o metano (CH4), que é o principal constituinte do combustível biogás, e que também está presente no gás natural de petróleo que é fornecido como gás encanado no Estado do Rio de Janeiro.Observe como ocorre a sua combustão de modo completo:

CH4(g) + 2 O2(g) → CO2(g) + 2 H2O(g) + calorΔH1

 

Combustão Incompleta

A combustão se dá de forma incompleta quando não houver oxigênio suficiente para consumir todo o combustível. No caso dos compostos orgânicos que estamos considerandoos produtos da combustão incompleta podem ser monóxido de carbono (CO) e água; ou carbono elementar (C) e água .

CH4(g) + 3/2 O2(g) → CO(g) + 2 H2O(g)+calorΔH2

 

Se a quantidade de gás oxigênio for menor ainda, o produto da combustão incompleta será o carbono no lugar do monóxido de carbono.

CH4(g) + O2(g) → C(s) + 2 H2O(g)+ calorΔH3

Algumas vezes, essa combustão é tão incompleta que o carbono torna-se visível ao sair pelas chaminés ou escapamento dos carros, na forma de uma fumaça escura, formada de minúsculas partículas sólidas de carvão.

 

 

imagem2

 

Resumindo :

 

imagem3

 

Energia em função dos tipos de combustão ( Autovistoria de gás )

Combustão completa do metano:

CH4(g) + 2O2(g) → CO2(g) + 2H2O (l) ΔH1 =802 kJ/mol (energia liberada)

Combustão incompleta do metano:

CH4(g) + 3/2 O2(g) → CO(g) + 2H2O(l) ΔH2 =520 kJ/mol (energia liberada)

CH4(g) + O2(g) → C(s) + 2H2O(l) ΔH3 =408,5 kJ/mol (energia liberada)

 

Notar como a quantidade de calor liberado é menor nos casos de combustão incompleta. Portanto, além da combustão incompleta gerar compostos nocivos à saúde humana, há também uma grande desvantagem econômica, pois com a mesma quantidade de combustível haverá menor quantidade de energia gerada .

O combustível menos poluente que se conhece é o hidrogênio, pois sua combustão gera apenas água: H2(g) + ½ O2(g) → H2O(l) ΔH =286 kJ/mol(energia liberada).

 

Resultados do controle da eficiência de uma combustão ( Autovistoria de gás )

O resultado é a economia de combustível pelo aumento da eficiência da combustão , redução da poluição o que minimiza problemas com organizações ambientais , detecção de deficiências nos processos industriais , redução de falhas e quebras de equipamentos e a economia com a redução de recursos naturais .

 

imagem4

 

Regras básicas:

Ar de admissão demasiado = desperdício de calor

Ar de admissão insuficiente = desperdício de combustível

Combustível não queimado = poluição

Faixa ideal de operação = menor excesso de ar e baixo CO

 

Lei Nº 6890 de 18 de setembro de 2014 ( Autovistoria de gás )

Dispõe sobre a obrigatoriedade da inspeção quinquenal de segurança nas instalações internas de gás das unidades residenciais e comerciais supridas por gases combustível no Estado do Rio de Janeiro .

Por esta lei cabe aos condomínios, proprietários ou usuários das unidades

prediais, sejam residenciais ou comerciais, supridas por gases combustíveis, providenciar a realização da inspeção periódica .No caso das unidades residenciais e comerciais novas, é de responsabilidade das concessionárias e das distribuidoras a realização de vistoria prévia das tubulações internas das unidades para o procedimento do habite-se do imóvel.

As inspeções provenientes da autovistoria devem abranger todos os equipamentos e instalações integrantes do sistema de fornecimento e distribuição do produto, em especial, fogões e aquecedores com teste de monóxido de carbono, conforme o que dispõem as normas ABNT NBR-13103 .

 

Instruções Normativas CODIR IN 47 e IN48 ( Autovistoria de gás )

Estas instruções normativas estaduais estabelecem procedimentos a serem adotados pelas concessionárias para cumprimento da Lei Estadual numero 6890 de 28 de Setembro de 2014 .

 

Alguns destaques :

IN 47 – Define que cabe a concessionárias divulgar a relação de empresas inspetoras credenciadas pelos órgãos competentes conveniados, através de sua página eletrônica, serviço de teleatendimento,publicações em jornais e/ou revistas de grande circulação, bem como em suas agências e postos de atendimento avançado, por meio de informativos e encartes publicitários.

 

IN 47 – Estabelece que caso o usuário/consumidor se negue a realizar a inspeção periódica ou a cumprir as exigências técnicas, as concessionárias deverão comunicar, imediatamente, ao Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro -CBERJ e a Defesa Civil, além dos outros órgãos competentes, bem como proceder com o corte no fornecimento de gás .

 

IN 48 -Estabelece o Regulamento e o Manual de Rede de Distribuição Interna de Gás, constantes dos anexos 1 e 2, para a regulamentação das inspeções quinquenais de rede de distribuição interna de gás natural, previstas na Lei Estadual n.º 6.890/2014, de 18/09/2014.

 

IN 48 – Define que o órgão de acreditação de Organismos de Inspeção para a realização de inspeções quinquenais de rede de distribuição interna de gás natural, descritas nos anexos 1 e 2, é o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – INMETRO. Para realizar a atividade de inspeção , o organismo deverá se encontrar devidamente acreditado pelo INMETRO e em situação regular com o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado do Rio de Janeiro – CREA-RJ ou pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Rio de Janeiro – CAU.

 

IN 48 ( Anexo I item 8.4 ) – Define  testes que devem ser realizados pelos OIAs ( Organismos de Inspeção Acreditadas ) nas redes internas.

Teste de estanqueidade que deve ser realizado conforme os requisitos da ABNT NBR 15526, não sendo aceito nenhum nível de escapamento para aprovação da nova rede de distribuição interna, incluindo aí o teste de escapamento nas roscas e conexões dos equipamentos.

Teste de monóxido de carbono (CO) que garante a verificação da combustão higiênica dos aparelhos, conforme os requisitos do Manual de Inspeção de Rede de Distribuição Interna de

Gás( Item 9.5.4 deste mesmo anexo ).

 

Perigo do monóxido de carbono – CO ( Autovistoria de gás )

Quando respiramos, o oxigênio ( O2 ) é levado dos pulmões ao sangue, de onde é transportado para os tecidos pela hemoglobina (Hb) . Cada molécula de hemoglobina acomoda quatro moléculas de O2. Acontece que o CO apresenta uma afinidade química 250 vezes maior pela hemoglobina que o O2. Assim, a oxigenação das células é comprometida na sua presença. Para piorar, a entrada do CO muda o comportamento da hemoglobina. As moléculas de O2 ainda conectadas à proteína ficam mais presas, o que atrapalha ainda mais a entrega de oxigênio para as células. Lentamente a a vítima morre asfixiada.

 

Referências legislativas e normativas ( Autovistoria de gás )

Para o projeto, a construção e manutenção das instalações prediais de

gás combustível:

  • ABNT NBR 13523: 2008 – central de gás liquefeito de petróleo (GLP);
  • ABNT NBR 14461:2000 – sistemas de distribuição de gás combustível para redes enterradas – tubos e conexões de PE
  • 80 e PE 100 – Instalação em obra por método destrutivo (vala a céu aberto);
  • ABNT NBR 15345:2006 – instalação predial de tubos e conexões de cobre e ligas de cobre – Procedimento;
  • ABNT NBR 15358:2008 – redes de distribuição para gases combustíveis em instalações industriais – Projeto e execução;
  • ABNT NBR 15526:2012 – rede de distribuição interna para gases combustíveis em instalações residenciais e comerciais – Projeto e execução;

 

Para a instalação de aparelhos a gás combustível para uso residencial:

  • ABNT NBR 13103:2006 2011 – instalação de aparelhos a gás combustível para uso residencial – Requisitos dos ambientes.

 

 

Para inspeção das instalações:

  • ABNT NBR 15923:2011 – inspeção de rede de distribuição interna de gases combustíveis em instalações residenciais e instalação de aparelhos a gás combustível para uso residencial – procedimento.

 

Para formação de mão de obra:

  • ABNT NBR 16216: 2013 – qualificação de pessoas no processo construtivo de edificações — Perfil profissional do inspetor de rede de distribuição interna e de aparelhos a gás.

 

Ferramentas necessárias ( Autovistoria de gás )

Teste de estanqueidade – Recomendada a utilização de um medidor de baixa pressão .

Teste de monóxido de carbono ( CO) – Recomendada a utilização de um analisador de gases que segundo o anexo 1 da Instrução Normativa 48 é um aparelho destinado a analisar a composição dos gases da combustão e quantificar os componentes mais importantes,podendo, ainda, medir ou calcular outros parâmetros para a combustão.

 

imagem5

 

O kit Testo 310 combateria e protocolo de calibração para a medição de O2, CO, hPa e ºC; Impressora com conexão por infravermelho ; sonda de 180 mm com cone; mala de transporte ; fonte de alimentação; cabo; mangueira de silicone para medição da pressão; filtro de partículas; 2 rolos de papel térmico adicional para impressora .

 

Clique aqui e consulte qualquer produto da nossa linha de equipamentos.

 

analisador-de-gas

 

Clique para assuntos relacionados

Analisador de gases

Autovistoria de gás e analisador de gases Testo 310

Testo 310 Analisador de gases

Analisador de gases de emissões Testo 320

Analisador de combustão Testo 340

Teste de vazamento em tubos de gás (teste de vazamento e carga)

Medidor de estanqueidade (volume de fugas) Testo 324

 

Autovistoria de gás é na PerCon

Autovistoria de gás pode ser encontrada na PerCon Tecnologia sediada  na Rua Hermengarda 60 – Sala 605 -Torre do Meier – Meier Rio de Janeiro – RJ (percon@acessopercon.com.br) / Fone : 21-2596-8369

Clique para obter informação adicional

Autovistoria de gás