Ambiente ocupacional e seus riscos aos trabalhadores

Ambiente ocupacional, entre os diversos agentes de risco existentes em áreas ocupacionais, os gases são sem dúvida o maior desafio do profissional de segurança. A maior parte dos gases nocivos são incolores e inodoros, e são encontrados em diversas etapas produtivas de quase todos os ramos industriais. Alguns usados como matéria prima, outros são produtos finais ou subprodutos remanescentes do processo.

Insalubridade (ambiente ocupacional)

A NR-15 – ATIVIDADES INSALUBRES, é a norma que regulamenta os níveis de exposição ocupacional de agentes nocivos à saúde. Os limites de exposição de gases estão estipulados no anexo 11 – AGENTES QUÍMICOS CUJA INSALUBRIDADE SÃO CARACTERIZADA POR LIMITE DE TOLERÂNCIA E INSPEÇÃO NO LOCAL DE TRABALHO.

Uma atmosfera segura é compreendida pela seguinte condição:

78,0 % de Nitrogênio

20,9% de Oxigênio

1,0 % de Argônio

0,1 % de outros gases

Essa é a composição do ar que respiramos. Qualquer alteração dessa composição é compreendida como uma situação de risco.

Gases perigosos em um ambiente ocupacional

Gases tóxicos em um ambiente ocupacional (ex. CO, H2S, SO2, CL2, NH3 etc.)

Podem ser definido como um composto, que quando inalado, ingerido ou absorvido em contato com a pele reage quimicamente com nosso organismo, provocando desde uma simples irritação até a morte. Em ambientes ocupacionais industriais muitas vezes a exposição a gases tóxicos é quase que corriqueira ao trabalho executado. Nesses casos é necessário garantir que a exposição não exceda os valores de segurança.

Leva-se em consideração:

– a concentração do gás (RISCO IMEDIATO)

– o tempo de exposição ( EFEITO ACUMULATIVO)

Em equipamentos detectores de gases são configurados 3 alarmes para o limites de exposição à gases tóxicos:

– 1º Limite instantâneo – Alarme determinado quando a concentração alcança o 1º limite configurado.

– TWA (Time Weighted Average) – Concentração média ponderada admitida exposição ao gás durante 8 horas consecutivas, sem causar danos à saúde.

– STEL (Short Term Exposure Limit) – Concentração máxima admitida para a exposição ao gás durante 15 minutos consecutivos, sem causar danos a saúde.

Podemos citar como exemplo o H2S:

Limite Instantâneo: 16 ppm

TWA: 8 ppm

STEL:  10 ppm

Efeito do H2S por tempo em ambiente ocupacional

Nenhum Efeito (8 ppm x 8 horas);

Irritação moderada nos olhos e garganta (50 a 100 ppm x 1 hora);

Forte irritação (200 a 300 ppm x 1 hora);

Inconsciência e morte por paralisia respiratória  (500 a 700 ppm x 1,5 hora);

 

Gases asfixiantes em um ambiente ocupacional

São gases inertes, porém quando em altas concentrações ocupam o lugar do oxigênio provocando asfixia. Concentrações de oxigênio abaixo de 19,5%v/v podem causar:

Alteração da respiração e estado emocional, fadiga anormal em qualquer atividade ( entre 12% v/v e 16% v/v);

Aumento da respiração e pulsação, coordenação motora prejudicada, euforia e possível dor de cabeça (entre 10% v/v e 12% v/v);

Náuseas, mobilidade limitada, possível inconsciência podem chegar a colapso se não houver socorro ( entre 6%v/v e 10% v/v);

Parada respiratória seguida de parada cardíaca, levando a óbito em minutos (<6% v/v).

Exemplos de gases asfixiantes:

Nitrogênio – N2

Dióxido de Carbono – CO2

Argônio – Ar

Além da presença de gases asfixiante, a deficiência de oxigênio pode ser causada também nas seguintes situações:

Combustão de substâncias inflamáveis em ambientes com pouca ventilação – (solda oxi-acetilênica, corte oxi-acetilênico, estanhagem entre outros)

Reações químicas de processos industriais ou naturais – (Oxidação de superfícies, secagens de pinturas).

Ação de bactérias – (Fermentação de materiais orgânicos em decomposição).

Respiração humana – ( Trabalho pesado de pessoas por longo período em espaços confinados).

 

Gases inflamáveis em um ambiente ocupacional

Gases líquidos e inflamáveis são substâncias que misturadas ao ar e recebendo calor apropriado entram em combustão.

Para que ocorra tal processo, são necessárias 3 condições:

Presença de gás em quantidade suficiente;

A presença de ar em quantidade suficiente;

A presença de uma fonte de ignição;

Gases inflamáveis são detectados através do percentual do Limite Inferior de Explosividade, usualmente conhecido pelas siglas %LIE ou %LEL. Cada gás possui o seu próprio LIE, dado pela sua concentração ideal a mistura ar+combustível inflame.

Por exemplo, o gás Metano – CH4, cujo LIE é de 5% v/v, ou seja, num ambiente com 100% de ar atmosférico, basta 5% de Metano para que haja uma explosão. Exemplos de gases inflamáveis e seus respectivos LIE:

GAS FÓRMULA LEL
Monóxido de Carbono CO 12,5
Metano CH4 5,0
Pentano C5H12 1,4
Estireno C6H5CHCH2 0,9

 

Ambiente ocupacional é na PerCon

Ambiente ocupacional e prevenções de risco podem ser encontrados na PerCon Tecnologia sediada na Rua Rua Hermengarda 60 – Sala 605 – Torre do Meier – Meier (percon@acessopercon.com.br) / Fone : 21-2596-8369

Clique para obter informação adicional

Ambiente ocupacional