Acabamento de aço, a temperatura desempenha um papel crítico nos processos de acabamento de aço. As soluções de medição de temperatura da LumaSense fornecem tecnologia de ponta, facilidade de uso e confiabilidade para monitorar parâmetros críticos de produtividade e qualidade do produto.

Acabamento de aço, exemplos de monitoramento

Medição de temperatura em processos de têmpera por indução

A supervisão e controle da temperatura é um dos fatores mais importantes para garantir o padrão de qualidade do produto final e o lucro em processos de têmpera por indução.

Para estas aplicações a pirometria possibilita medições individuais, precisas e documentadas da temperatura de cada componente.

A fim de alcançar a rigidez ideal durante o processo de indução à rigidez, a peça de metal deve ser rapidamente aquecida por um período definido de tempo através de um perfil de temperatura de várias fases. A qualidade e as propriedades mecânicas das partes resultantes são significativamente influenciadas pela precisão e estabilidade da temperatura.

Durante o endurecimento das superfícies de aço, ou dos componentes de moldagem de aço ou ferro, as seguintes propriedades tem que ser atingidas:

  • O componente deve alcançar a dureza requerida nas áreas desejadas
  • O grau de dureza desejado ou requerido deve ser atingida
  • O componente não deve ser danificado
  • A distorção do componente deve ser mínima
  • O processo deve ser tão curto quanto possível
  • Os resultados devem poder ser repetidos

O monitoramento e controle da temperatura são essenciais para alcançar esses objetivos. Enquanto temperaturas baixas demais levam a um grau de dureza muito baixo, temperaturas altas demais podem resultar em danos ao componente. Mas também a duração da energia acoplada indutivamente (temperatura) tem um papel importante.

Imagem de tempera por induçãoImagem termica de tempera por indução

 

Acabamento de aço, nossas soluções para processos de têmpera por indução

O processo de aquecimento e as exigências de energia podem ser otimizadas através do uso da medição de temperatura sem contato e dos controladores adequados. Imagens termográficas infravermelhas são capazes de medir um perfil amplo de temperatura para fornecer detalhes melhorados de gradientes térmicos ao longo da peça, permitindo maior compreensão do processo de enrijecimento.

No entanto, os pirômetros fornecem medições de temperatura precisas e exatas num único ponto fixo e permitem a reprodutibilidade que é crítica no processo de indução ao enrijecimento. Além disso, os pirômetros são capazes de medir em velocidade rápida, característica exigida pelas velozes mudanças térmicas do processo de indução.

O uso de pirômetros, de imagens termais e de controladores rápidos para monitoração de temperatura e controle de processo podem aumentar a qualidade, a precisão e a confiabilidade de muitos processos de tratamentos térmicos.

 

Acabamento de aço, medições “clássicas” dos componentes

A variação de temperatura entre 300 e 1200°C

É recomendado o uso de pirômetros com uma variação espectral curta. Vários pirômetros com diferentes sensores, tamanho do ponto e tempos de resposta estão disponíveis.

IS 5

IGA 5

IS 6 Advanced

IGA 6 Advanced

ISR 6 Advanced

IS 140

IGA 140

IS 320

IGA 320

IGA 320/23-LO

IS 50-LO plus

IGA 50-LO plus

MIKRON Termovisores para para aplicações com temperaturas desde 600 °C.

MCS640 Series

Processos de preaquecimento e atuação

Para recozimento da medição da temperatura depois da indução ao enrijecimento.

 

Vários pirômetros com ópticas diferentes, tamanhos de alvo e tempos de resposta adequados para aplicações com temperaturas a partir de 50 °C.

IS 5

IGA 5

IGA 6 Advanced

IGA 6/23 Advanced

IS 12

IS 140

IGA 140/23

IGA 320

IGA 320/23

IGA 320/23-LO

IGA 50-LO plus

MIKRON Termovisores para para aplicações com temperaturas desde 150 °C.

MC320 Series

 

Acabamento de aço, medições em ambientes “difíceis”

Por exemplo, medição para objetos com emissividade desconhecida ou variável, medições a objetos que são menores que o tamanho do ponto dos pirômetros, medições a objetos que se movimentam durante o processo ou medições através de vapor, fumaça ou poeira. O uso de pirômetros de proporção é recomendado.

ISQ 5

ISQ 5-LO

ISR 12-LO

IGAR 12-LO

ISR 320

ISR 6 Advanced

ISR 6-TI Advanced

IGAR 6 Advanced

 

Aplicações para pirômetros de fibra óptica

As pontas ópticas dos pirômetros de fibra óptica podem ser utilizadas em ambientes com temperaturas de até 250°C. Não são afetados por interferências eletromagnéticas, e assim eles podem ser utilizados muito próximos ao indutor. Seu pequeno tamanho permite sua utilização em locações de difícil acesso. Podem ser instalados muito próximos do objeto a ser medido. O comprimento da fibra pode ser de até 30 metros.

 

Pirômetros de dupla cor:

ISQ 5-LO

ISR 12-LO

IGAR 12-LO

IS 50-LO plus

IGA 50-LO plus

IGA 320/23-LO

 

Acabamento de aço, controle de geradores de indução

O processo de indução e os geradores de energia de indução podem ser controlados usando, por exemplo, os pirômetros digitais IMPAC combinados com o controlador PI 6000, que é ultrarrápido, digital, e tem PID programável. Esse controlador ultrarrápido (tempo de amostragem de apenas 250 µs) foi especialmente projetado para aplicações onde a medição rápida e o controle da temperatura são exigidos, como nos processos de indução ao enrijecimento.

 

PI 6000

 

Seus Benefícios

Pirômetros IMPAC são excelentes em:

  • Maiores padrões de qualidade
  • Tempo de resposta rápido (objetos que se movem rapidamente podem ser medidos)
  • Medições precisas e ampla gama de medição
  • Medição precisa com influências negativas, como vapor d’água ou poeira
  • Condicionamento completo de sinal digital
  • Fácil uso
  • Controles de processos automáticos

 

Acabamento de aço, endurecimento progressivo

A supervisão e controle da temperatura é um dos fatores mais importantes para garantir o padrão de qualidade do produto final e o lucro em processos de têmpera por indução. Para estas aplicações pirômetros de fibra óptica possibilita medições individuais, precisas e documentadas da temperatura de cada componente.

Imagem endurecimento progressivo

Nos processos de endurecimento progressivo, o indutor move-se ao longo da peça. Para garantir resultados repetíveis e comparáveis, devem utilizar-se pirômetros de fibra óptica. Combinados com o indutor, a ponta óptica desses instrumentos pode ser movida ao longo da peça.

O indutor move-se ao longo do componente. Para garantir uma distância constante entre o indutor e a ponta de fibra óptica, devem usar-se pirômetros de fibra óptica. As pontas ópticas desses pirômetros podem ser movidas ao longo do componente, junto com o indutor.

As pontas ópticas dos pirômetros de fibra óptica podem ser utilizadas em ambientes com temperaturas de até 250°C. Não são afetados por interferências eletromagnéticas, e assim eles podem ser utilizados muito próximos ao indutor. Seu pequeno tamanho permite sua utilização em locações de difícil acesso. Podem ser instalados muito próximos do objeto a ser medido. O comprimento da fibra pode ser de até 30 metros.

ISQ 5-LO

ISR 12-LO

IGAR 12-LO

IS 50-LO plus

IGA 50-LO plus

IGA 320/23-LO

Acabamento de aço, controle de geradores de indução

O processo de indução e os geradores de energia de indução podem ser controlados usando, por exemplo, os pirômetros digitais IMPAC combinados com o controlador PI 6000, que é ultrarrápido, digital, e tem PID programável. Esse controlador ultrarrápido (tempo de amostragem de apenas 250 µs) foi especialmente projetado para aplicações onde a medição rápida e o controle da temperatura são exigidos, como nos processos de indução ao enrijecimento.

PI 6000

 

Seus Benefícios

Pirômetros IMPAC são excelentes em:

  • Maiores padrões de qualidade
  • Tempo de resposta rápido (objetos que se movem rapidamente podem ser medidos)
  • Medições precisas e ampla gama de medição
  • Medição precisa com influências negativas, como vapor d’água ou poeira
  • Condicionamento completo de sinal digital
  • Fácil uso
  • Controles de processos automáticos

 

Acabamento de aço, brasagem por indução

A única possibilidade para obter medições de temperatura confiáveis em processos de indução é utilizar métodos sem contato baseados em tecnologia infravermelha.

Imagem brasagem por induçãoImagem termica brasagem por indução

Em aplicações de brasagem, a correta temperatura e velocidade de aquecimento, a dosagem e concentração precisa da entrada do calor e a alta capacidade de repetição dos processos são muito importantes para atingir os requerimentos de qualidade especificados e conseguir uma otimização do uso de energia.

Uma particular importância é dada não somente ao monitoramento contínuo desses parâmetros do processo, senão especialmente a todo o processo para propósito de documentação. Ao mesmo tempo, os dados adquiridos devem poder ser usados para o controle de processos fechados.

No que diz respeito à qualidade do produto, a temperatura do processo é o fator mais importante. Temperaturas excessivas vão afetar a ação dos fluxos, causar porosidade em articulações ou fragilidade nos materiais. Baixas temperaturas, por outro lado, causarão umectação insuficiente e enchimento incompleto da câmera de ar na articulação.

A única possibilidade para obter medições de temperatura confiáveis em processos de indução é utilizar métodos sem contato baseados em tecnologia infravermelha.

 

Acabamento de aço,  nossa Solução

Monitoramento dos processos baseado em pirômetros:

Medição contínua e monitoramento da temperatura dos processos

Leituras confiáveis de temperatura de metais quentes utilizando pirômetros da banda curta

Pequenos campos de visão e tempos de aquisição curtos para medições pontoais

IS 6 Advanced

IGA 6 Advanced

IGA 6/23 Advanced

ISR 6 Advanced

ISR 6-TI Advanced

IGAR 6 Advanced

ISR 12-LO

IGAR 12-LO

IS 50-LO plus

IGA 50-LO plus

IS 140

IGA 140

IGA 140/23

IS 320

IGA 320

IGA 320/23

IGA 320/23-LO

Controle do processo com o controlador programável (PI 6000):

 

Controle da temperatura de laço fechado de processos de soldadura / brasagem (temperatura de operação)

Especificação de taxas de aquecimento e esfriamento, é dizer para previr a distorção das partes a serem soldadas e rupturas em materiais frágeis

Especificação de múltiplas etapas para imersão de componentes massivos ou para alimentação automática ou para fio de enchimento metálico

Software especial para Controle de Indução:

 

Documentação completa do processo

Monitoramento e validação da confiabilidade do processo

 

Seus benefícios

Produção de alta qualidade para atingir as especificações dos clientes

  • Otimização fácil e rápida
  • Processos de produção robustos e repetíveis
  • Alta flexibilidade através de controladores de programas múltiplos

 

Acabamento de aço, soldadura de tubos por indução

Uma solução para a produção de tubos soldados é o processo de soldadura por indução. O material entrante para tubos com soldadura longitudinal é bandas de aço que são passados por laminadores para obter uma forma tubular e uma costura. Este tubo cortado depois passa por um aquecimento indutivo contínuo em uma ou múltiplas bobinas (indutores). Imediatamente depois os extremos macios do tubo são apertados para se juntar por rolos de pressão.

Imagem solda de tubo por indução

 

A temperatura é um parâmetro fundamental para conseguir uma qualidade satisfatória na soldadura, por exemplo, a temperatura do sulco da soldadura deve ser medida e controlada continuamente. O único método confiável para isto é a medição de temperatura sem contato, baseada em tecnologia infravermelha (pirômetros, câmeras de termovisão). As unidades para medição são projetadas para resistir o ambiente extremamente duro (formação massiva de vapores, líquido de refrigeração salpicante).

 

Aço fundido, moldagem contínua Acabamento de aço, solução proposta :

Sistema fixo de termovisão MCS640

Imagem câmera termica mcs 640

  • Medição precisa da distribuição de temperatura em junções de soldagem usando câmeras banda de frequência curta
  • Detecção rápida de mudanças de temperatura, por exemplo para alarmes (60 medições por segundo)
  • Analise abrangente de sequências de imagens térmicas implementado por software (perfis temperatura-tempo, hot spots, etc.)
  • Encapsulamento robusto com ventilação para unidade óptica

 

Pirômetro ISR 12-LO com sistema protetor

Imagem pirometro isr 12 lo com proteção

  • Pirômetro de contraste para medições através de vapores ou unidades levemente sujas
  • Sistema especial para proteção do pirômetro, cabo de fibra óptica e unidade óptica de condições ambientais duras
  • Ventilação para limpar unidades ópticas e linha de visão (monitoramento automático de sujeira por software)
  • O pirômetro com cabo de fibra óptica e carcaça protetiva podem ser utilizados perto do indutor sem causar interferência eletromagnética

, moldagem contínua e seus benefícios

  • Documentação completa do processo
  • Controle de processo otimizado e qualidade de produção melhorada
  • Maior confiabilidade do processo
  • Menor consumo de energia

Clique e conheça alternativas de pirômetros para a sua necessidade

Clique e saiba mais sobre câmeras termográficas

 

Acabamento de aço, monitoramento de temperatura é na PerCon

Acabamento de aço, monitoramento de temperatura pode ser encontrada na PerCon Tecnologia sediada na Rua Dias da Cruz 188 – Sub solo – Méier (percon@acessopercon.com.br) / Fone : 21-2596-8369

Clique para obter informação adicional

Acabamento de aço